Carreira: Vagas De Emprego, Not�cias E Informações

30 Mar 2019 01:02
Tags

Back to list of posts

<h1>Existe Idade Impec&aacute;vel Dicas De Hoje Arquivos ?</h1>

<p>“Tenho um sonho em trabalhar em algo ligado ao esporte. Acabei cursando um semestre de Jornalismo, em raz&atilde;o de queria ser uma jornalista esportiva, s&oacute; que n&atilde;o gostei do curso por ser muito t&iacute;mida e n&atilde;o ter criatividade para digitar. A&iacute; minhas duas escolhas s&atilde;o Fisioterapia ou Educa&ccedil;&atilde;o F&iacute;sica. Meu sonho mesmo era poder trabalhar dentro de um clube de futebol sendo preparadora f&iacute;sica, fisioterapeuta ou at&eacute; j&aacute; colaborar t&eacute;cnica, s&oacute; que pra mulheres &eacute; muito trabalhoso alcan&ccedil;ar um desses cargos. O que devo fazer? Minha Trajet&oacute;ria Nos Concursos: MP - Entrevistas /p&gt;
</p>
<p>O tabu em torno do trabalho das mulheres no futebol ainda existe. O mercado de trabalho pra todas as profiss&otilde;es nesse meio &eacute; dominado, ainda, pelos homens. Contudo muita coisa vem mudando nos &uacute;ltimos anos, principalmente devido a mulheres que batalham pra enfrentar as barreiras impostas pelo preconceito. Em pleno “pa&iacute;s do futebol”, s&atilde;o poucas as mulheres que s&atilde;o capazes de regressar ao cargo de fisioterapeutas em clubes.</p>

<p style="clear:both;text-align: center &lt;b&gt;&lt;q&gt;“Oi Michelle e outras crian&ccedil;as!&lt;/q&gt;&lt;/b&gt;&lt;/p&gt;&lt;p&gt;Conversamos com duas profissionais que atingiram esse prop&oacute;sito. Elas contaram ao GUIA como percorreram esse caminho e deram dicas para que pessoas quer fazer o mesmo! “Oi Michelle e novas crian&ccedil;as! O que a todo o momento curti na Fisioterapia foi da &aacute;rea de traumas, urg&ecirc;ncia e urg&ecirc;ncia. Queria atuar pela &aacute;rea hospitalar, no entanto me identifiquei com as emerg&ecirc;ncias que assim como s&atilde;o vividas dentro dos gramados e tratadas nos setores de reabilita&ccedil;&atilde;o de les&otilde;es desportivas dentro dos clubes.&lt;/p&gt;&lt;br/&gt;&lt;p&gt;Com a credibilidade do trabalho do fisioterapeuta nos atletas e a como&ccedil;&atilde;o do futebol, me apaixonei &agrave; primeira vista na &aacute;rea. Ap&oacute;s me formar, tive informa&ccedil;&otilde;es de que o time de futebol da minha cidade, o Centro Esportivo Olhodaguense (CEO), que briga o campeonato alagoano pela primeira divis&atilde;o, estava precisando de um profissional nesta &aacute;rea.&lt;/p&gt;
&lt;ul&gt; &lt;li&gt;Engenharia El&eacute;trica&lt;/li&gt; &lt;li&gt;quatro Calend&aacute;rio acad&ecirc;mico&lt;/li&gt; &lt;li&gt;Professores inovadores&lt;/li&gt; &lt;li&gt;O MEC e a Capes s&oacute; possuem poder no Brasil&lt;/li&gt; &lt;li&gt;dois Primeiro mandato&lt;/li&gt;&lt;/ul&gt;&lt;br/&gt;&lt;p&gt;No come&ccedil;o, enfrentei o preconceito e ouvi que ‘futebol &eacute; coisa de homem’. Eu pensei: ‘O nosso estado &eacute; comandado por uma mulher. Por que eu, que me desenvolvi e estudei 5 anos pra tratar homens e mulheres, n&atilde;o poderia trabalhar nessa &aacute;rea? ’ N&atilde;o consegui o servi&ccedil;o, retornei &agrave; capital e fui investir em cursos.&lt;/p&gt;&lt;br/&gt;&lt;p&gt;Fiz p&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o em Fisioterapia Desportiva e recebi um convite do clube em que tinha tentado a vaga previamente. Eles estavam precisando de um fisioterapeuta com urg&ecirc;ncia e aceitei a proposta. Queremos Gerar Um Fundo Nacional De Fomento, Diz Novo Ministro Do Esporte com o preconceito por parte de umas pessoas mais machistas, por&eacute;m adquiri o respeito dos atletas. Alguns jornalistas e radialistas abra&ccedil;aram a circunst&acirc;ncia, reconheceram meu trabalho e divulgaram que eu fui a primeira fisioterapeuta mulher a trabalhar em um time de Alagoas. Imediatamente trabalhei em outros times e luto diariamente para vencer o preconceito. Na minha passagem pelo futebol, n&atilde;o houve estranhamento por parte dos atletas.&lt;/p&gt;&lt;br/&gt;&lt;p&gt;Como eu sou profissional e eles assim como, tudo foi natural. Por se tratar de uma mulher na equipe, o respeito e os cuidados vindos deles eram fatores pra eu me sentir segura. Eles me ampararam e foram respeitosos. A minha profiss&atilde;o exige contato e isto &eacute; costumeiro pela exist&ecirc;ncia de um atleta. O profissional domina bem conduzir tudo isto. Costumo expor sempre que futebol &eacute; disciplina e isto tudo necessita de uma rotina semanal, guiada e programada por um supervisor, onde seguimos essa programa&ccedil;&atilde;o &agrave; risca.&lt;/p&gt;&lt;br/&gt;&lt;p style=" clear:both;text-align:="" center="" <b=""><q>N&atilde;o importa o sexo.</q></p>
<p>Minha rotina era aproximado a de todos. Trabalhava nos fins de semana assim como. O mercado alagoano ainda &eacute; muito limitado, no entanto vale apena investir, por causa de as mulheres fisioterapeutas necessitam de apoio e de campanhas em prol desta causa. Existem clubes em outros estados do Brasil com uma vis&atilde;o ampliada em rela&ccedil;&atilde;o a nossa atua&ccedil;&atilde;o e &eacute; s&oacute; uma pergunta de oportunidade, suporte e uni&atilde;o. Independente do que voc&ecirc; sele&ccedil;&atilde;o, eu aprendi com uma professora, no primeiro dia da escola, que para o prazeroso profissional nunca vai faltar espa&ccedil;o. N&atilde;o importa o sexo. Por Resultado, Brasileiros Dizem Que Precisam Priorizar S&atilde;o Silvestre claro que ainda existe muito tabu no futebol, contudo eles est&atilde;o caindo.</p>

<p>Neste momento existem fisioterapeutas mulheres em times de futebol profissional. Atuei no Barueri no momento em que o time foi para a primeira divis&atilde;o e tive uma experiencia muito positiva. A receptividade foi bem diferenciado do que eu imaginava, localizei que ia achar problemas, contudo para minha agradecida surpresa o epis&oacute;dio de ser mulher n&atilde;o foi impedimento para nada. Tive suporte da comiss&atilde;o t&eacute;cnica, que valorizou meu servi&ccedil;o e a todo o momento tive a presen&ccedil;a adequada e profissional que o cargo exige.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License